Soluções Internet

CiberSistemas
Apoios Homepage

ACR Vale de Cambra/Oscacer perde pela diferença mínima Supertaça Nacional em Xadrez

ACR Vale de Cambra/OSCACER perde Supertaça no último tabuleiro.

Sexta-feira, 4 Novembro, 2011

Supertaça Xadrez

A grande prova decorreu no dia 29 de Outubro na cidade do Porto, no Bar-Café Galeria de Arte Labirintho e, no local, para além do jogo entre o AX Gaia e ACR Vale Cambra/OSCACER, realizaram-se  outras actividades, destacando um torneio de partidas rápidas e a transmissão das partidas da Supertaça, em ecrã gigante.

Do confronto entre a equipa campeã nacional, a AX de Gaia, e a equipa que conquistou a Taça de Portugal este ano, a ACR de Vale de Cambra/OSCACER, esperava-se um forte equilíbrio, porém, esse equilíbrio foi de tal forma que só após mais de 5 horas de jogo se conseguiu apurar o vencedor da prova.

Os resultados parciais foram os seguintes:

Academia de Xadrez de Gaia             2,5    -   ACR Vale Cambra/Oscacer   1,5


1- GM Alejandro Hoffman                   0,5    -   GM Alexa Stricovic                0,5
2- MI Rúben Pereira                           0,5    -   GM Luís Galego                    0,5
3- MI Manuel Peña Gomez                 0,5    -   MI Diogo Fernando                0,5
4- MI Roberto Paramos                       1      -   MI Mauricio Vassallo             0

Como nos jogos da Taça ganha o Troféu, no caso de empate, a equipa que ganhar no tabuleiro superior, a ACR de Vale de Cambra, apesar de ter perdido o seu jogo no último tabuleiro, ao fim de mais de 3 horas e meia de jogo, continuava a aspirar chegar ao título pois a posição dos seus 3 outros jogadores parecia boa para em, pelo menos um deles, obter uma vitória e, consequentemente, o título.

As coisas ainda pareciam estar melhores após Luís Galego ter empatado com Ruben Pereira e Aleksa Strikovic apresentar perante o GM Alejandro Hoffman uma posição que parecia vantajosa e Diogo Fernando ter um jogo que dificilmente perderia.

Porém com as horas a passar Hoffman fez uma grande jogada e evitou a derrota tornando então a papel de Diogo Fernando muito difícil pois, com um jogo equilibrado, este teria que forçar a vitória pois só assim a ACR arrecadaria o troféu pois o jogo terminaria empatado e a ACR venceria no 3º tabuleiro enquanto a AX Gaia ganharia apenas no 4º tabuleiro.

A partir daí foi um esforço contínuo de Diogo Fernando para conseguir forma de ganhar vantagem que lhe permitisse chegar ao triunfo. Porém, o espanhol Peña Gomez defendeu-se sempre e conseguiu obter posição que lhe permitiu repetir pela terceira vez um lance, obtendo assim o empate por repetição de lances nesse tabuleiro o que lhes permitiu obter o triunfo da Super Taça ao fim de mais de 5 horas de jogo intenso.

Jogo renhido entre as duas equipas mais fortes de Portugal que, ao terminar com a vitória da AX de Gaia mesmo que pela diferença mínima, não permitiu à ACR de Vale de Cambra/OSCACER ganhar a sua segunda Supertaça para juntar às duas Taça de Portugal já conquistadas.

O torneio de rápidas que decorreu paralelamente foi ganho pelo jogador da ACR Vale de Cambra/OSCACER Alberto Paulo Ferreira.

Ver/Adicionar Comentários »

Xadrez